Ambar Original

Autenticidade do Ambar como saber se é Original

Spread the love

Para aqueles que estão a procura de um colar, uma pulseira, um par de brincos ou um anel de Âmbar Báltico, é bastante comum ficar com aquela pulguinha atrás da orelha para saber se a joia é verdadeira ou não. A percepção desses benefícios do âmbar pode variar de pessoa para pessoa, pois cada um possui um organismo e necessidades diferentes; mas todos que usam Âmbar Báltico, aprovam. 

A grande questão é para aqueles que compraram alguma joia e nunca sentiram nada. E então?

Colar de ambar serve para que?

Com as suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas que funcionam no alívio e no tratamento de diversas situações, o Âmbar Báltico é muito procurado para bebês, crianças, adultos e até mesmo para mulheres gestantes. Por essa razão – e, também, por se tratar de uma resina fossilizada cara –, o âmbar passou a ser falsificado pelo mundo todo. 

Aspecto do Ambar Baltico

De maneira geral, o Âmbar Báltico não é frio ao toque, como uma pedra ou como um vidro. Também não tem uma aparência perfeita, como um produto acrílico ou de plástico; ele costuma apresentar algumas pequenas fissuras, desenhos ou até mesmo bolhas de ar, que fazem parte da sua composição natural. Por isso, quando feitas com algum desses materiais, as falsificações de âmbar são classificadas como fáceis de se identificar, pois é possível reconhecê-las simplesmente pelo olhar ou pelo toque.

Mas também existem outras formas de falsificação do âmbar o qual não é original, cujo nível exigido de experiência e conhecimento sobre a resina precisa ser maior para poder identificar, como é o caso de falsificações que utilizam âmbar de outras origens, âmbar fundido e prensado ou copal. 

Colar de ambar verdadeiro e suas diferenças

É sempre válido lembrar e ressaltar que existem outros tipos de âmbar e que é possível encontrá-los em várias partes do mundo, até mesmo aqui no Brasil. Mas somente o âmbar original da região Báltica possui em sua composição uma grande concentração de ácido succínico (substância responsável pelas propriedades terapêuticas da resina), sendo o único com os efeitos analgésicos e anti-inflamatórios tão buscados pelas pessoas mundo afora.

À respeito dos acessórios confeccionados com âmbar fundido e prensado, trata-se de resíduos descartados nas joalherias, que são fundidos em altas temperaturas e prensados para constituir novas peças de “âmbar”. Durante o processo, todo o ácido succínico é evaporado e perde-se todos os efeitos benéficos.

Já a falsificação de âmbar feita com copal também é considerada difícil de reconhecer, porque o copal é um material muito parecido visualmente com o Âmbar Báltico. Contudo, ele consiste em uma resina jovem não fossilizada e que não apresenta qualquer benefício homeopático.

Teste do Ambar Original

Existem alguns testes eficazes que você pode fazer dentro de casa mesmo e que indicam a autenticidade da sua joia:

Teste com água e sal: em uma vasilha, misture uma parte de sal com duas partes de água. E não se esqueça de mexer bem a solução para o sal dissolver. Se boiar, então é Âmbar Báltico legítimo, pois ele flutua quando inserido em água salgada.

Teste estático: corte pedacinhos de papel e os espalhe sobre uma superfície plana. Então, esfregue a sua peça de âmbar em lã e depois aproxime dos pedacinhos de papel. Quando o âmbar é verdadeiro, os papéis devem ser atraídos facilmente, como um imã.

No entanto, para atestar a procedência do Ambar Báltico com 100% de garantia e segurança, o mais indicado é levar a sua joia até um laboratório para ser feita a análise química. Assim, é possível verificar as propriedades características da resina e, então, poder aproveitar de seus benefícios ao máximo. 

Nós também separamos algumas outras questões que ainda causam dúvidas para algumas pessoas sobre a autenticidade do Âmbar Báltico. Confira:

Variação de cores

A cor mais comum do âmbar é o amarelo e todas as suas variações, como o amarelo-claro, o amarelo-dourado e o amarelo-mel. Mas ele também pode apresentar coloração laranja, vermelha, marrom, preta, branca-leitosa, opaca e até transparente. E essa diversidade de cores do âmbar depende de condições totalmente naturais, como a sua formação, a temperatura das árvores, região onde foram produzidos e a idade da resina.

Polido ou não polido

Uma dúvida bastante comum que surge na hora de comprar a joia de Âmbar Báltico é com relação ao polimento das resinas. Tanto o âmbar polido quanto o não polido são eficientes e possuem as propriedades terapêuticas, além de serem lisos e não possuem toque áspero. A diferença é que o acessório com âmbar não polido é confeccionado em seu estado bruto, apresentando um visual mais fosco; enquanto o acessório com âmbar polido é brilhante e levemente translúcido, pois recebe polimento. 

Manchas

O fato de o Âmbar Báltico possuir manchas em sua superfície não quer dizer que ele não seja autêntico. Aliás, muito pelo contrário. Os fósseis presentes no âmbar são formações que datam de milênios atrás e, por isso, deveriam ser ainda mais valorizados. Inclusive, elas provam a autenticidade e qualidade da resina.

Para conhecer as nossas joias de Âmbar Báltico, acesse o nosso site clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *